Sobre a Igreja

Conheça um pouco mais sobre o Institucional da Igreja



Naquela belíssima tarde de 1º de agosto de 1926, no bairro de Realengo, que um jovem com seu violino, chamava a atenção do povo. Era o disposto e corajoso Paulo Leivas Macalão, que com uma possante e dinâmica voz, pregava uma mensagem até então desconhecida, que com grande autoridade dizia: “JESUS SALVA, CURA E BATIZA COM O ESPÍRITO SANTO”!

A mensagem pentecostal alcança o casal Antônio Alves de Freitas e Felisbela Barbosa de Freitas (Belinha), que abriram as portas do seu lar e foi à igreja instalada em sua residência na Rua Claudino Barata, nº 154, onde os primeiros frutos começaram aparecer, e foi assim um grande trabalho iniciado. As primeiras atividades chegavam no bairro de Bangu, com a fundação da igreja em 7 de setembro de 1926.

O número de crentes foi crescendo e houve a necessidade de um local para que pudessem congregar. Depois com a mudança dos mesmos para Rua Azevedo Coutinho, nº 115, passaram as reuniões para essa localidade.

Tempo depois, passando para a Rua Pedro Gomes. O jovem Paulo Macalão, inicia um trabalho em Madureira na casa do irmão Balbino da Silva, que mudou-se de Realengo. As primeiras atividades chegavam ao bairro de Madureira em 1929.

Com a mudança do casal novamente para Rua Claudino Barata, 154 em setembro de 1931, notava-se, que deveria ser encontrado um novo local para as reuniões. Assim foi alugado um pequeno salão em Bangu na Estrada Real de Santa Cruz, 292 (atual Av. Santa Cruz), localizando-se ali a sede provisória da igreja.

Durante os primeiros anos, já era o pensamento do Pr. Paulo Leivas Macalão instalar um templo próprio, e assim lançou mãos à obra, para alcançar este ideal.

Prª Terezinha e Pr. Dirceu
Pr. Neuton e Prª Lidia
Pr. Neuton e Prª Lidia
Pr.Sósteni Silva e Pastora Maria Cláudia

No dia primeiro de janeiro de 1933, inaugurava o templo da igreja agora denominada: “Assembléia de Deus em Bangu”, transferindo-se do antigo salão da Avenida Real de Santa Cruz, 292, para a sede própria na Rua Ribeiro de Andrade, nº 13 (atual 65), onde se encontra até hoje o primeiro templo daAssembléia de Deus, construído de alvenaria na antiga capital da República, que posteriormente foi ampliado pelo seu sucessor, o Pr. Manoel Francisco da Silva.

A Assembléia de Deus em Bangu estabeleceu Igrejas em vários bairros do Rio de Janeiro, notadamente em Campo Grande, Cosmos, Santa Cruz, Itaguaí, Quilometro 50 e Coroa Grande, Volta Redonda e Campos.

Em 1973 foi iniciado a construção do templo atual na Avenida Santa Cruz, nº 3.411 pelo Pr. Pedro de Souza Neves, sendo concluído e inaugurado pelo Pr. Ades Antônio dos Santos em 1º de janeiro de 1978.

Com a jubilação do Pr. Ades Antônio dos Santos, a igreja em Bangu recebia no dia 30 de novembro de 1994 o Pr. Neuton Pereira Abreu, em 04 de setembro de 2002, a família de Bangu se reunia para dar posse ao Pr. Dirceu Benedito de Paula, em 10 de abril de 2012 Pr. Dirceu é jubilado e Bangu se reuniu para dar posse ao Pr.Sósteni Silva.




Em que cremos

Credo Social

Crer, é confiar, é ter fé, é acreditar. As Sagradas Escrituras nos adverte que sem fé é impossível agradar a Deus. O capítulo 11 de Hebreus é conhecido como a Galeria dos Heróis da Fé, por destacar a Fé de vários servos de Deus.

C R E M O S:

– Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo, Dt 6:4; Mt 28:19; Mc 12:29.

– Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão, 2 Tm 3:14-17.

– No nascimento virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus, Is 7:14; Rm 8:34; At 1:9.

– Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que o pode restaurar a Deus, Rm 3:23; At 3:19.

– Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do reino dos céus, Jo 3:3-8.

– No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor, At. 10:43; Rm 3:24-26 e 10:13; Hb 5:9 e 7:25.

– No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo, Mt 28:19; Rm 6:1-6; Cl 2:12.

– Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo, Hb 9:14; 1 Pe 1:15.

– No batismo bíblico com o Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade, At 1:5; 2:4; 10:44-46 e 19:1-7.

– Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade, 1 Co 12:1-12.

– Na segunda vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira – invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da grande tribulação; Segunda – visível e corporal, com sua Igreja, para reinar sobre o mundo durante mil anos, 1 Ts 4:16,17; 1 Co 15:51-54; Ap 20:4; Zc 14:5; Jd 14.

– Que todos os cristãos comparecerão ante ao Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra, 2 Co 5:10.

– No juízo vindouro que justificará os fiéis e condenará os infiéis, Ap 20:11-15.

– E na vida eterna de gozo e de felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis, Mt 25:46


Threesome